Publicado por: Mauricio | 07/08/2008

Saudade Distante

Pra que essa saudade,
Esse domínio forte.
Que me arranca o sono.
E perturba a calma?

Deve ser um castigo.
Uma herança pré-histórica.
Alguma droga poderosa.
Que envenena…
Engana olhos e coração.
E se diverte contigo.
Machucando aos poucos.
Em todos os momentos.
Mesmo em silêncio.
Sussura alto.
Bate forte.
Deve ser um castigo.
Que dorme comigo.


Responses

  1. Linda e anárquica construção. Metáfora densa de muita emoção. Parabéns Maurício, pela forma linda como define a saudade, ou melhor, como verbaliza as consequências da saudade e sua presença quase física.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: