Publicado por: Mauricio | 27/05/2008

O Grande Espaço Entre o Céu e a Terra

Não precisa gritar, mas se quiser e for melhor assim.
Que seja tão forte que faça soltar toda sua fúria.
De demasiadas lamúrias, despejadas e encenadas em seus dramas pessoais.
Desde quando disseram que não te amavam só para brincar.
Quando não te abraçaram de propósito só para te abandonar.
Ou te deixaram no escuro apenas pra ver sua cara boba de medo.
Ainda que tudo isso nunca tenha sido assim, tão pungente.
Isso! Esmurra essa porta que não se abre nunca.
Apaga aquela luz que pisca em seus olhos e não te deixou dormir nunca mais.
Grita, mesmo que o espaço tenha se tornado imensamente vago.
E tudo isso talvez nunca tenha sido assim, desse jeito.
Pois há um enorme vácuo entre o céu e a terra.
Onde no espaço nem ao menos propaga.
E de repente tudo silencia.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: